Laboratório de análises: 9 super dicas para escolher o melhor laboratório para realizar as análises da sua empresa

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  
  •  
  •  

Qual a importância de se ter um bom laboratório de análises como parceiro?

Você que trabalha com a elaboração de alimentos sabe que gestão da qualidade é o processo que governa toda a produção.

 

Então você seleciona fornecedores habilitados, matérias primas de boa procedência, tem controle de calibração, limpeza e manutenção dos equipamentos, controla as condições de temperatura, pragas na empresa, controla a possibilidade de contaminações cruzadas, controla as embalagens e os rótulos que seguem com seu produto e controla até mesmo os caminhões que vão carregar e descarregar a sua mercadoria. Já imaginou se tudo isso estivesse perdido por uma falha na entrega de ensaios laboratoriais externos?

 

Para a equipe comercial isso seria frustrante: após uma negociação bem executada, ver o cliente recusando a mercadoria, seria decepcionante. Isso se não houver como consequência relações judiciais envolvidas. Mas a qualidade… ah, para equipe da qualidade sim seria trágico.

 

Então é mais do que clara a necessidade de termos prestadores de serviço qualificados, capazes de entregar os ensaios com a qualidade, segurança e agilidade necessária. O objetivo deste artigo é orientá-lo a como proceder no momento da escolha de um laboratório terceirizado que irá realizar suas análises de rotina, assim como as análises de exportação.

 

Índice de conteúdo:

1.Dica #1 – Conheça a equipe técnica

2.Dica #2 – Verifique o quanto o laboratório se preocupa com as certificações (ISO/MAPA)

3.Dica #3 – Analise como é o fluxo das análises dentro do laboratório

4.Dica #4 Verifique se o laboratório pode apresentar clientes satisfeitos na mesma área de atuação que você

5.Dica #5 Questione sobre o uso de controles positivos e negativos nas análises

6.Dica #6 Peça um modelo de laudo do fornecedor

7.Dica #7 Faça uma análise de teste

8.Dica #8 Verifique se o laboratório atendeu a suas expectativas

9.Dica #9 Não leve em consideração apenas alguns dos pontos mencionados anteriormente

 

Dica #1 – Conheça a equipe técnica

A equipe técnica de um laboratório de análises tem que estar suficientemente segura daquilo que está realizando. As dúvidas do cliente devem ser atendidas prontamente e detalhes da análise quando são fornecidas aumentam a confiança de quem recebe o laudo.

 

Muitas vezes o solicitante da análise não sabe exatamente como analisar os resultados ou o que ele significa. Assim, o responsável técnico do laboratório terceirizado deve ser capaz de sanar todas as deficiências de informações do laudo quando solicitadas pelo cliente.

Se for possível, faça uma visita ao laboratório. Assim pode verificar na prática o que for apresentado.

 

Dica #2 – Verifique o quanto o laboratório se preocupa com as certificações (ISO/MAPA)

Da mesma forma que as empresas produtoras de alimentos precisam atentar-se quanto a critérios de qualidade, os laboratórios de análises também têm normas a serem seguidas, condições de manutenção e calibração dos equipamentos, precisam ter uma equipe qualificada em constante treinamento, devem ter padrões e controles positivos para as análises. Enfim. Uma série de itens a adotar que precisam ser monitorados, atualizados e auditados permanentemente.

 

Alguns laboratórios trabalham com normas específicas como a ISO 17025 que é própria para laboratórios de ensaio e calibração. Esta norma tem como objetivo orientar para a elaboração de resultados válidos, pelos laboratórios. Muitas vezes a obtenção de acreditação do laboratório junto a CGECRE/ INMETRO não é possível, mas a adoção dos critérios da normativa, ao menos, é desejável e importante.

Alguns laboratórios conseguem diferentes certificados ISO. Mas o contratante deve verificar o escopo de acreditação, pois algumas vezes a certificação é no escopo de “atendimento”, por exemplo, o que é muito bom para o laboratório mas pouco significa quanto a validade dos laudos e dos processos de análise.

 

Em se tratando de controle do sistema da qualidade, quanto maior a experiência da empresa melhor. Sistemas de qualidade muito engessados e burocráticos funcionam por pouco tempo. O ideal é que eles sejam práticos sucintos e permanentes.

 

Dica #3 – Analise como é o fluxo das análises dentro do laboratório

Sendo permitido, verifique como o laboratório de análises trata o fluxo das amostras nas suas dependências. Confira se há uma adequada retirada de contraprovas, que é uma segurança a mais para o cliente em casos de resultados distintos daquele mais provável ou esperado. Confira se o fluxo das análises segue uma lógica que previne a ocorrência de contaminações, se os materiais de uma sala são utilizados em outra sala de diferente compatibilidade.

 

Verifique se as equipes sabem da necessidade do uso de EPI´s.

Dica #4 Verifique se o laboratório pode apresentar clientes satisfeitos na mesma área de atuação que você

Clientes satisfeitos podem atestar quanto à qualidade dos serviços recebidos. Solicite ao laboratório de análises, resultados de pesquisa de satisfação ou depoimentos de clientes satisfeitos.

 

Algumas vezes estes depoimentos estão nos sites dos laboratórios e páginas nas redes sociais. A autoridade do laboratório perante aos mercados pode também ser avaliada em feiras e eventos do setor.

Dica #5 Questione sobre o uso de controles positivos e negativos nas análises

Sempre que realizamos análises, sejam elas qualitativas ou quantitativas, é comum que sejam utilizados controles positivos e/ou negativos para a validação dos resultados. Estes controles tem função indispensável na elaboração de resultados seguros e, com algumas exceções, devem acompanhar cada análise.

 

Verifique com o laboratório de análises como são inseridos estes controles e sobre os critérios de aceitação da análise, de acordo com o resultado dos testes dos controles.

Dica #6 Peça um modelo de laudo do fornecedor

Algumas vezes solicitamos alguns serviços que são recebidos pelo laboratório de análises, mas na verdade não se tratam exatamente daquilo que precisamos. Ou então, o certificado de análises apresentado não corresponde a nossas expectativas.

 

Sendo possível, conheça um modelo de laudo do laboratório prestador de serviços e verifique se as informações constantes neste são as interessantes para você e se a forma a qual é descrito o resultado tem fácil entendimento.

 

A norma ISO 17025 faz referência do que é considerado como mínimo para certificados de ensaio e/ou calibração. Este item 5.10 da norma tem uma referência para que você verifique como começar a sua avaliação.

 

Dica #7 Faça uma análise de teste

Bom. Avaliados os itens acima, o próximo passo é experimentar.

 

Se você deseja mudar de fornecedor ou mesmo conhecer o trabalho de outro laboratório de análises, peça uma análise de teste.

 

Utilize do pós venda oferecido por este fornecedor. Veja se o prazo combinado foi atendido. Se alguma cláusula contratual foi quebrada. Se a logística de encaminhamento de amostras foi favorecida ou se constitui um empecilho e, se em alguns casos o atendimento e assessoria conseguem suprir eventuais falhas.

Dica #8 Verifique se o laboratório atendeu a suas expectativas

Erros laboratoriais existem e não se pode negar. Toda ciência tem limites e erros associados. O importante mesmo é que seu laboratório de análises esteja capaz de lidar com as fontes de erro de forma a minimizá-las. Que seja capaz de formular procedimentos padronizados e seguir critérios mínimos de gestão de processos.

 

Se tem uma equipe treinada para atendê-lo em todas as suas dúvidas e saber direcioná-lo quando sua demanda ultrapassa a qualificação do laboratório. Se tem clareza nas informações, se preza pela assertividade dos resultados, se trabalha com controles de qualidade. Enfim, se é um laboratório que o deixa seguro em momentos de auditoria na sua empresa.

Dica #9 Não leve em consideração apenas alguns dos pontos mencionados anteriormente

A última, porém mais importante dica se refere a estar atento no momento em que for firmar uma parceria e/ou contratar um laboratório de análises para realizar as análises terceirizadas de sua empresa. É de grande importância verificar se tal laboratório atende todas as dicas citadas anteriormente, e não apenas algumas delas. Lembre-se que o que pode estar em risco é o sucesso do seu trabalho e o nome de sua empresa.

Fonte: Equipe LaborGene


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  
  •  
  •  

Artigos Relacionados